i JFPE - Projeto Prédio-Caixão: mutirão alcança mais de 200 acordos no mês de julho
Logo da República do Brasil - Justiça Federal da 5ª Região
Link do Tribunal Regional Federal da 5ª Região
Imagem do Portal da Justiça Federal

Durante os dias, 18, 19, 20, 23, 25, 26, 27 e 30 de julho o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) da JFPE realizou, em parceria com a Caixa Econômica Federal, Empresa Gestora de Ativos (EMGEA) e Ministério Público Federal (MPF), mais uma rodada de conciliações referentes ao Projeto Prédio-Caixão. 

No decorrer dos oito dias, das 354 audiências designadas, foram realizadas 318 que tiveram como parte ocupantes de 41 empreendimentos diferentes (Res. Jd. Karina, Res Dom Helder Câmara, Res. Costa do Sol, Ed. Romarco VIII, Ed. Morada do Atobá, Res. Ilha Bela, entre outros). As audiências resultaram em 288 acordos, representando um saldo de 90% de aproveitamento. 

O Cejusc celebrou a marca de mais de 1 mil audiências de conciliação realizadas pelo Projeto Prédio-Caixão desde o seu início. Apenas de março a julho deste ano foram 1.012 audiências designadas, 877 audiências realizadas e 714 acordos.

O Projeto Prédio-Caixão teve início em outubro de 2017 com o objetivo de regularizar, por meio da conciliação entre Caixa, Emgea e os ocupantes ou mutuários dos imóveis, o uso e ocupação dos prédios construídos com a técnica de alvenaria autoportante, conhecidos como prédios-caixão. Durante as conciliações, os mutuários e ocupantes podem negociar com a Caixa Econômica descontos de até 80% em relação ao valor de avaliação do imóvel.

Pin It






Top